Histórias de Café

logo-estudio-p
Logo_B&W-small

Quando sentimos o cheiro ou saboreamos um café somos conduzidos numa viagem pela nossa memória para momentos e lembranças que nos provocam sorrisos, frio na barriga e saudades de outros tempos.

Vamos dar vida a essas histórias, a esses momentos que aconteceram num café e que nunca mais saíram da memória.

chavena-small

Conheça as histórias de Café

16

EM DESTAQUE

“Na Primavera, no Luso”

Autor – Maria Teresa Albuquerque

Era uma bela tarde de um sábado de Abril e a Primavera sentia-se há muito na folhagem das árvores, no chilrear dos passarinhos e nas roupas mais alegres das gentes.

Nós também temos
uma História de Café para partilhar

"Bisa, está pronta para o café?"

3-background-o7wke4wafpuen8p0uaftvvu07pvwr51i7babyvrx9w

O que mais me recordo das férias de Verão da minha infância são os dias que passava com a minha bisavó na Figueira da Foz. “Bisa, está pronta para o café?” – era certamente das frases que mais repetia durante esses meses. A minha bisavó era uma senhora já com idade avançada, mas que mantinha religiosamente alguns hábitos, um deles o de tomar café com as amigas. Maquilhava-se, calçava os seus sapatos de salto alto, dava-me a mão e estava pronta a sair para o melhor momento do dia.

Podemos pensar que este é um hábito comum, contudo aos 85 anos ter o prazer de partilhar este gosto com as amigas não é para todos! Há mais de 50 anos que a “bisa” (como a tratava de forma carinhosa) passava férias na Figueira da Foz e aquele era o” momento alto” do dia. O hábito do café era bastante importante para ela e, na verdade, creio que foi um gosto que me passou. Eu – uma criança sempre muito atenta a tudo o que acontecia à minha volta – ia com a bisa e apreciava as conversas que mantinha diariamente com as amigas. Falavam de tudo. Política (sim, porque agora viviam numa época livre), família, receitas que gostavam de fazer e até da sua juventude.

Cada vez que regresso à Figueira da Foz, volto aquele local, peço um café e é como se voltasse a ser uma criança. Naquele momento, volto a ter a minha bisa ao meu lado e volto a viver aqueles dias que tantas memórias e felicidade me dão.

Autoria – A. F. D.

Conheça a “História de Café” vencedora no dia 2 de Setembro.

Consulte o regulamento aqui
Contacto: estudiop@publico.pt

Close Menu